quinta-feira, 21 de outubro de 2010



LIVRE ARBÍTRIO - O PODER DA ESCOLHA

Hoje pela segunda vez li na internet que o LIVRE ARBÍTRIO, uma LEI UNIVERSAL, vai acabar depois da transição planetária.


Acredito que essa afirmação decorre de um erro de interpretação sobre o que realmente deve acontecer quando a consciência humana se elevar para níveis superiores.


É preciso esclarecer que as Leis Universais não podem ser alteradas, elas são imutáveis. Essas leis garantem o funcionamento harmonioso da criação divina, sem elas o caos prevaleceria e o Propósito Divino do Todo que é sempre a elevação e reintegração à Unidade se perderia.


O Livre Arbítrio é uma dádiva do nosso Criador, ele expressa a confiança do Plano Divino em nós, ou seja, nos dá a liberdade de escolher o nosso próprio caminho. Concluindo, somos totalmente livres. A Grande Consciência Cósmica nos ama tanto que coloca em nossas mãos o poder da liberdade de escolha acreditando que somos capazes de evoluir e voltar para casa, ou seja, de nos reintegrarmos ao Todo com total consciência de quem somos, servindo amorosamente à Luz e sendo felizes.


O LIVRE ARBÍTRIO NÃO VAI ACABAR.


O que acontece quando alguém alcança um nível de entendimento elevado é que ele transcende os seus desejos deixando que a Vontade Divina guie os seus passos, ou seja, ele alcança a Consciência Plena da Unidade e se entrega totalmente à Luz. Acontece então a sua Redenção. Essa pessoa passa a viver de acordo com a Vontade Divina, e só não usa o Livre Arbítrio por que não precisa mais dele. Depois de ter feito escolhas positivas e evolutivas e superado as influencias do plano material através de provas determinantes, ela passa então a viver influenciada apenas pela Luz Divina.


A Lei do Livre Arbítrio não deixará de existir Universalmente, ou para todo o planeta terra, apenas ela não servirá mais para os indivíduos que ultrapassarem as limitações da dualidade, da separatividade. Ela continuará a existir em conformidade com a Harmonia Universal nos níveis e orbes em que for necessária.


Até que alcancemos o nível de Consciência Plena, nós ainda sofreremos influencias involutivas e teremos Livre Arbítrio para decidir entre a luz ou as trevas. Isso quer dizer que não importa se estivermos adiantados no nosso caminho, se por acaso optarmos pela desarmonia e por sentimentos negativos como o egoísmo, poderemos cair e retroceder no caminho.


Acho que a maioria de nós conhece a história de Lúcifer não é mesmo? Ele era um anjo muito próximo ao Pai, e deixou que a ambição de ser poderoso lhe tampasse a visão da Verdade, ou seja, ele não conseguia enxergar que era parte de Deus e, portanto, divino também. Na sua luta contra Deus, ele foi expulso dos céus pelo Arcanjo Miguel e caiu dos patamares superiores para os inferiores, para a separatividade ou o "inferno" e se tornou o "deus das sombras" ou da "ignorância e da mentira". Essa história metafórica explica a queda dos anjos (nós mesmos), ou seja, o nosso ego iludido pelo "poder" entra em combate com o Todo e se deixa cair nas sombras, na separatividade, gerando karma ou lições a serem aprendidas.


Essa história tem também o seu lado positivo e nos mostra que até mesmo através das sombras, ou da dualidade, podemos alcançar a Luz se soubermos aproveitar as oportunidades de aprendizado, principalmente aqui na terceira dimensão. Na verdade precisamos atravessar a ponte sobre o abismo, ou o deserto onde mora o ego, vencendo os nossos medos e os nossos conflitos tomando consciência da nossa própria Luz, a Essência Divina que habita em nós.


O Livre Arbítrio realmente expressa a responsabilidade que temos sobre as nossas escolhas e as suas devidas conseqüências. Talvez por isso algumas pessoas achem que isso seja um peso e não uma dádiva. Outra coisa, o Livre Arbítrio ao contrário do que foi dito é Universal e não é uma particularidade apenas do planeta Terra, toda a humanidade cósmica universal o possui de acordo com o que foi dito sobre os níveis de evolução.


As Leis Universais não devem ser vistas como uma prisão, pois elas são expressões do Amor Divino e todas são importantes para a compreensão de nós mesmos e para a manutenção da ordem cósmica. Na história da queda dos anjos onde é simbolizado o nosso próprio afastamento da Unidade, nos é mostrado que assim como Lúcifer, também chamado de "Estrela da manhã", o Ego faz parte de nós; precisamos apenas estar sempre vigilantes para identificá-lo e dominá-lo para que a nossa parte Luminosa, o nosso EU SUPERIOR prevaleça e nos liberte.


O LIVRE ARBÍTRIO é uma benção assim como o PODER DE CO-CRIAR. Somos LIVRES para SER e os únicos responsáveis por nossas escolhas, nos levem elas a derrotas ou vitórias.


Amor sempre Amor, 

Namastê,



Márian