sexta-feira, 8 de outubro de 2010


O PODER PARA CO-CRIAR UMA NOVA HUMANIDADE

Desde o início da nossa história viemos participando, mesmo que inconscientemente, da modelagem da nova humanidade e da nova Terra que agora está para surgir. Como muitos devem saber, tudo o que pensamos, desejamos e visualizamos pode ser manifestado na matéria. Bem ou mal, Luz ou trevas...

Durante todo esse tempo viemos colaborando na criação de tudo o que acontece na terra, desde os eventos mais espetaculares e maravilhosos como as expressões artísticas e tecnológicas até os mais nefastos como a guerra e a miséria. Porém, é chegada a hora de deixarmos prá trás o nosso passado de lutas, baseado principalmente no egoísmo e no medo. Na verdade, este é um momento muito especial, pois estamos mais conscientes do nosso papel como co-criadores e, portanto, capazes de canalizar esse poder junto à Vontade Divina que eternamente se expressa como o Bem. Portanto, finalmente chegou a hora onde poderemos manifestar o paraíso aqui na Terra.

Sabemos que a Terra está passando por uma transformação e a humanidade também, tudo como conseqüência das nossas escolhas e com o propósito divino de evoluir. Mudanças climáticas, movimentos telúricos e astronômicos, fatores sociais e econômicos, tudo isso faz parte deste processo de acordo com as leis do karma e da atração. Estamos terminando um grande ciclo e finalmente alcançando um nível maior de compreensão onde teremos a oportunidade de manifestarmos apenas Luz. Aliás, isto dependerá também de como trabalhamos os nossos sentimentos, emoções, e principalmente, o direcionamento consciente dos nossos desejos.

Bem, primeiramente para que o Paraíso se torne realidade, é imprescindível adotar definitivamente a Paz e a União como paradigmas do nosso futuro. É preciso então uma grande dose de desapego às antigas crenças e de aceitarmos o outro como fonte de esclarecimento e aprendizado; e também nos abrirmos sem medo para o novo. Outra coisa indispensável é que daqui prá frente nos tratemos uns aos outros sempre de forma verdadeira e amorosa, respeitando a individualidade e a liberdade de cada um. Sabemos que isso já faz parte da constituição de vários países, mas infelizmente não é colocado totalmente em prática. Precisamos então resgatar esses valores e fortalecer a nossa vontade de estabelecê-los de forma efetiva.

Nós seres humanos, como filhos da luz temos o poder da manifestação e podemos começar agora mesmo a exercitar a co-criação do paraíso na Terra fazendo visualizações daquilo que gostaríamos que fosse estabelecido. Podemos e precisamos imaginar todos os detalhes, sejam eles de que assuntos forem, desde os mais simples até os mais complicados. Além disso, precisamos também começar a colocar isso em prática, mesmo que sutilmente em pequenas ações do nosso dia a dia.
Por exemplo, podemos visualizar como devem ser as comunidades e o seu funcionamento, como devem ser tratadas a saúde, a educação, o trabalho e também o relacionamento entre as pessoas.

Podemos visualizar um Conselho formado por pessoas capazes e abnegadas, que nos represente e trate dos assuntos da organização e manutenção das normas para que a Harmonia sempre prevaleça em todos os níveis. Essas pessoas seriam escolhidas por valores espirituais e pela sua capacidade de doação em benefício do Todo e não pelos padrões políticos e sociais que a humanidade atualmente usa.
Podemos mentalizar desde já, um mundo sem competição, onde todos possam atuar de forma expressiva e sejam agraciados com tudo o que for necessário para a sua evolução e conforto.

Visualizemos também uma sociedade feliz e saudável, vivendo em contato harmonioso com a Natureza e todos os seus reinos. Visualizemos a Terra totalmente renovada e equilibrada; florestas, campos, mares e rios, toda a manifestação criativa luminosa em total sintonia com a Fonte Divina.

Visualizemos também o contato com outras civilizações, com os nossos irmãos das estrelas e dos centros intraterrenos, todos eles pacíficos e benevolentes, compartilhando pessoalmente conosco a sua experiência e sabedoria.
Além de tudo, em todos os momentos devemos visualizar a Paz; Paz, sempre paz, e também senti-la dentro de nós, pois ela existe, é real. Não podemos deixar que as circunstâncias difíceis nos levem a manifestar sombras, devemos nos voltar para o nosso centro pacífico e manifestar apenas Luz.

Peçamos a ajuda ao nosso Eu Superior para nos mostrar o que precisa ser curado em nós e no mundo. Enviemos o nosso desejo de Paz e de União ao Kosmos e aguardemos com a certeza da realização dos nossos desejos altruístas, desde já agradeçamos por tudo o que nós temos recebido e por tudo o que somos.

Os nossos orientadores nos sugerem que, simultaneamente às nossas visualizações, aproveitemos para praticar a entrega. Experimentemos doar sem esperar nada em troca, nem mesmo um obrigado, ok? É preciso se entregar totalmente ao agora e viver sem esperar nada do amanhã. Precisamos confiar no plano divino e nas hierarquias superiores, pois é certo que o Kosmos sabe quais são as nossas necessidades e nos proverá sempre.

Finalmente, precisamos assumir conscientemente o nosso papel como co-criadores e com alegria atuar na propagação e na manifestação da Luz.

Namastê,

Márian