segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

PREPARAÇÃO PARA A TRANSIÇÃO PLANETÁRIA

A cada dia que passa, a proximidade da grande transição é sentida com mais intensidade. Os nossos amigos da Confederação da Luz dizem que em 2011 estaremos vivenciando momentos ainda mais catalizadores que a antecedem. Eles nos pedem então que, aproveitemos de forma concreta estes estímulos, nos preparando para estarmos realmente livres e fortalecidos quando o ápice dessa mudança chegar.

Como já foi dito antes, essas mudanças são inevitáveis e precisamos acompanha-las corajosamente e de forma consciente. É previsto que durante as últimas etapas da transição as energias entrarão em ebulição, podendo causar desarmonia física e emocional nas pessoas que estiverem despreparadas, portanto é imprescindível estar centrados e focados sempre na Luz para se manter o equilíbrio. A Confederação da Luz nos orienta a fazer exercícios de limpeza energética, a meditarmos no silêncio e a orarmos.

Primeiramente precisamos drenar os cacos emocionais, restos de transformações internas incompletas que impedem a energia cósmica de fluir livremente pelos nossos canais sutis e que também podem atrair energias negativas. São resquícios de sentimentos que ficaram encravados nas nossas auras por vidas e vidas e que naturalmente são mais difíceis de serem liberados. É muito importante tomar consciência deles e tentar compreende-los sem julgamentos e sem cobranças, perdoando o nosso passado e também as pessoas que participaram dele. Devemos exercitar o desapego deixando ir todos eles, deixando nascer o nosso novo ser, liberto e luminoso, mais condizente com a nova etapa que iremos vivenciar.

Outro ponto importante é a meditação. A sua prática é essencial para a compreensão do nosso processo evolutivo e do nosso propósito nesta vida. A meditação nos ajuda a reconhecer a nossa própria Luz, nos relembrando a nossa filiação Divina, a nossa Unidade com o Todo e, portanto a nossa imensa capacidade de vencer as nossas próprias sombras. Ela amplia a visão que temos de nós mesmos e do Universo e é através da meditação que fazemos contato com as Hierarquias Superiores, com a Sabedoria Cósmica, com os Guardiões da Luz que nos dão direção, nos amparam e nos fortalecem internamente.

Além da limpeza emocional e da concentração mental, a Confederação da Luz nos orienta a orar sempre, nos colocando a serviço em prol de toda a humanidade. Orar por todos, pelos amigos e pelos desconhecidos. Precisamos enviar vibrações de Amor para todos os lugares do planeta principalmente para os lugares onde estão acontecendo conflitos e catástrofes.

Seguindo essas orientações, estamos preparando um workshop que deve acontecer em abril, onde teremos a oportunidade de compartilhar informações, exercícios, mantras e mudras que podem nos ajudar na Grande Travessia.

No Amor e na Luz,

Márian



Informações: marian.luar@ig.com.br  ou (31)8738-2064

sábado, 19 de fevereiro de 2011


A DOENÇA E A CURA


“Médico, cura-te a ti mesmo”. Palavras de Jesus que tem um grande ensinamento, isto é, cada um de nós tem a capacidade e o dever espiritual de entender e curar as nossas próprias doenças.

Toda dor e sofrimento tem uma razão, toda doença tem na sua raiz um aprendizado ou karma que pode ser individual, familiar ou até mesmo de uma comunidade ou humanidade. Porém, não podemos afirmar que toda doença é causa de algo que fizemos, mas podemos dizer que ela é sempre algo que escolhemos passar para evoluirmos.

A doença também pode ser o sacrifício de alguém em prol de um grupo de pessoas. Por isso não podemos julgar alguém pela doença que tem e nem generalizar; por exemplo, dizendo que quem tem tal doença é porque fez isso ou aquilo, julgando e às vezes condenando aquela pessoa. Ninguém sabe o que o outro se propôs a passar e nem sabe quais são os desígnios do Todo para ele.

Na verdade, tudo tem uma causa e um objetivo, nada acontece por acaso e tudo é muito complexo. Cada um de nós tem uma história que vem acontecendo a milhares de vidas, portanto não se pode resumir a doença de alguém a uma simples definição. É claro que os estudos espirituais e psicológicos sobre as doenças são todos válidos, mas é importante não generalizar e nem simplificar, ok?

A busca pelo entendimento da causa da doença é muito importante e só o autoconhecimento traz as respostas. O “diagnóstico” completo sobre a sua doença é só você quem tem. Só você pode definir quais são as suas dificuldades e carências. É imprescindível que se busque a causa das suas mazelas, mas sem julgamentos e condenações.

A cura definitiva só acontece quando a alma compreende o seu processo e muda a forma de pensar e agir. Pode ser também que devido ao propósito da alma, e do seu nível evolutivo ela escolha a doença, talvez ela doe de si mesma para as pessoas ao seu redor que precisem da sua doença para aprender e evoluir ou até mesmo ela precise chegar à morte para aprender algo. Toda experiência é válida e será frutífera se buscarmos o seu entendimento profundo.

Outra coisa importante a se dizer é que o estado de espírito influencia o corpo e o contrário também. As raízes da doença podem ser espirituais, mas podem ser também circunstanciais, o meio em que a humanidade vive atualmente está cheio de energias desarmoniosas. Tudo aquilo que nos rodeia nos influencia e se não estivermos centrados na Luz e protegidos energeticamente seremos vítimas do meio.

Para alcançarmos a cura podemos utilizar paralelamente à conscientização os meios que a Natureza Cósmica nos dá para enfrentarmos as enfermidades como os florais, as ervas, os cristais, a energia prânica, a acupuntura e principalmente os raios solares. Os exercícios de respiração, a meditação e as orações também são instrumentos importantes no processo de cura. Não podemos também rejeitar os remédios que a ciência atual nos oferece, pois eles também têm as suas propriedades benéficas. É importante também se cercar de coisas e pessoas positivas, viver em contato com a natureza, ouvir música harmoniosa, observar belas obras de arte, pois tudo isso traz equilíbrio para a alma.

As orações e a meditação trazem influencias cósmicas positivas para a mente e o corpo, destampando os olhos e os ouvidos astrais, imprescindíveis para o bom entendimento do processo evolutivo.

Na Verdade, a Cura está dentro de nós.

Precisamos entender que somos os únicos responsáveis pelo nosso bem-estar e que também o nosso equilíbrio ou não, influencia os que estão ao nosso redor.

Namastê,

Márian