quinta-feira, 29 de dezembro de 2011



2012, O ANO CHAVE
São tantas previsões catastróficas circulando por aí, que algumas pessoas mais sugestionáveis passam a acreditar que o fim do mundo realmente vai acontecer.
Estamos vivendo o final de um ciclo e como tal são evidentes as mudanças, principalmente as físicas e geológicas, mas isso não significa que a Terra será destruída. Existe um plano superior magnífico para a humanidade terrestre, pois uma nova “Terra” irá surgir, ou seja, novas formas de se conviver, novos padrões de pensamento e de comportamento irão dar lugar ao sistema atual que já se encontra falido. Aqueles que trabalharam para a dissolução das sombras e consequentemente para a reativação da Luz prosseguirão no seu caminho aqui mesmo de acordo com as suas vibrações e seus desígnios. Os que não se transformarem e não elevarem as suas consciências, seguirão para lugares de acordo com as suas vibrações onde poderão continuar o seu processo evolutivo.
Na verdade a humanidade caminha para alcançar um novo nível de entendimento dentro do plano evolutivo e isso vai acontecer independente das forças contrárias. O que pode ocorrer é que se houverem muitas interferências negativas será preciso um esforço maior das pessoas para não se deixarem levar por estas circunstancias e atrasarem o seu próprio processo.
Fala-se muito no calendário maia, na profecia dos índios Hopi, nas previsões de Nostradamus, que 2012 é o ano do Apocalipse (Revelação), mas é preciso frisar que este ano será um ano CHAVE, um ano no qual será possível o entendimento amplo do significado da UNIDADE e da sua realização pela humanidade.
Durante 2012 teremos vários agentes que irão nos influenciar de forma positiva ou negativa dependendo do estado da nossa consciência. Se estivermos centrados e com os nossos objetivos bem claros e definidos, voltados exclusivamente para a vitória da Luz, tudo deverá seguir harmoniosamente e conseguiremos ultrapassar as provas deste período e conquistar a Chave que irá abrir os nossos caminhos para o novo plano, para um novo nível de consciência ou dimensão. Ao contrário, se nos deixarmos levar pela negatividade poderemos perder a oportunidade de nos libertarmos de vez daquilo que nos prende aos planos inferiores e então seguirmos por caminhos adversos.
De acordo com a Astrologia, 2012 será regido pela lua que influencia todos os fluidos e também mexe com as emoções e os sentimentos submersos, isso significa que tudo o que precisa ser trabalhado dentro de nós virá à tona para ser lapidado e transmutado. Isso significa também que estaremos mais sensíveis e mais perceptivos, com a intuição mais aguçada com a capacidade de perceber melhor o nosso ego e os seus disfarces.
Já pela Numerologia, 2012 é um ano cinco (5) o que implica além de mudanças e liberdade, também responsabilidade. Cinco é o número do meio e isso pode significar tanto egoísmo quanto altruísmo. O cinco representa principalmente a quintessência, a própria Consciência ligada à Vontade Divina, portanto esse ano tem tudo para ser um ano decisivo em relação à nossa evolução.
Além do cinco estarão vibrando também os números dois, zero, um, vinte, doze, além do sete no final da pirâmide invertida da cabala.
Isso quer dizer que teremos que lidar com (2) o aprendizado da convivência, união ou separação, paciência ou intolerância, paz ou guerra. O (0) estará potencializando as vibrações tanto do 2 quanto do 1. Com o (1) estaremos lidando com as vibrações de dar início, de agir, de liderar, mas sem impor. Com o (20) poderemos escutar o chamado do alto e nos transformarmos internamente e assim cumprirmos a nossa missão de vida (12) servindo ao bem comum. Com isso poderemos sair (7) vitoriosos sobre a matéria, ou seja, alcançaremos a evolução do espírito.
Como vocês podem perceber, seremos nós os responsáveis pelas escolhas daquilo que irá prevalecer. O Cosmos sempre nos oferta opções para que possamos decidir sobre o nosso caminho conforme o nosso conhecimento e amadurecimento e esse ano estaremos sendo agraciados com muitas delas.
Na nossa percepção em 2012 teremos a oportunidade de compreendermos a importância de nos ligarmos amorosamente a todas as criaturas de uma forma mais efetiva. Teremos a oportunidade de colocarmos em prática tudo o que temos aprendido sobre compaixão, perdão, partilha, humildade, paciência e desapego.
Podemos dizer que o autoritarismo estará com os seus dias contados e a economia do antigo sistema continuará a ruir até que uma forma mais justa de trocas e prestação de serviços seja encontrada e colocada em prática pela humanidade.
As catástrofes continuarão a acontecer, pois é uma forma da Mãe Terra reagir aos transtornos que tem sofrido. Além do mais, estes movimentos, não só o da terra, mas também do Universo, fazem parte do processo evolutivo, do Plano divino. Nada acontece por acaso, tudo tem uma causa e um objetivo: O Amor.
É importante entender que não podemos nos deixar levar pelo medo que está sendo irradiado com a divulgação de profecias catastróficas, precisamos apenas estar conscientes das mudanças, mas sem nos deixar levar pela negatividade. Se estivermos presentes em algum evento desta categoria, o melhor a fazer é nos empenharmos em ajudar, dando o máximo de nós mesmos, tentando compreender a fundo tudo o que nos acontece, compreendendo que tudo é aprendizado.
Somos privilegiados por estarmos vivenciando esta grande mudança, portanto que venha 2012!
Recebamos de braços e corações abertos as bênçãos do Universo!
Feliz Ano Novo para todos!
Que as aspirações da Luz sejam todas efetivadas e que Ela prevaleça sempre!
Namastê!
Márian


quinta-feira, 22 de dezembro de 2011


NATAL DO MENINO LUZ

Em dezembro podemos perceber um certo rebuliço no ar...
Pessoas correndo prá lá e prá cá...
dizendo que o tempo parece voar...
Na mente, muitas coisas a fazer...
E no coração, uma alegria a se debater...
Mas bem lá fundo nós sabemos o porquê,
pois desde bem pequeninos ouvimos contar a história de um belo menino...
Que nasceu bem pobrezinho...
Um menino estrela que veio para sempre brilhar iluminando o nosso caminho...
O menino Paz,
O menino Amor,
O menino Luz, Jesus...

Jesus, a estrela anunciada, brilha nos nossos corações há mais de dois mil anos.

Este menino que um dia se tornou homem tinha um sonho, o sonho de despertar a humanidade para o milagre da VIDA. Ele queria nos mostrar que a felicidade está bem mais perto do que possamos imaginar. Ele veio nos dizer que somos deuses, senhores das nossas escolhas e capazes de nos libertar dos grilhões da ignorância. E Ele nos trouxe a chave para isso, Ele veio nos mostrar como AMAR, e terminou a sua missão de uma forma inusitada, doando a sua própria vida para que as suas palavras de VERDADE permanecessem fluindo pelo eterno através do vento do espírito, penetrando nos corações de todos os buscadores da Luz.

Ele nos revelou que o AMOR é exercido sempre com compaixão, misericórdia e verdade. Ele deu o exemplo disso convivendo com pessoas de todos os tipos e tratando a todos com igualdade e compreensão.

Jesus era doce, mas firme, Ele mostrava a direção a seguir sem querer convencer a ninguém. A sua presença marcante e suave bastava para modificar a vibração de tudo ao seu redor. A VERDADE era a sua arma diante dos hipócritas, Ele não media as palavras para mostrar a sua indignação diante da mentira, da covardia e da injustiça. Ao mesmo tempo nos mostrou que perdoar e entregar o outro lado da face é a forma mais sublime de render o espírito.

Na realidade Ele era um ser humano como cada um de nós, mas com algo incomum à maioria: ele não tinha nenhuma dúvida sobre a sua origem, ele sabia e acreditava, tinha a fé inabalável de que Deus e Ele eram UM SÓ.

Este SER iluminado pela Luz astral é meu Mestre desde quando eu era criança, mas foi durante a minha adolescência, que eu pude conhecê-lo melhor. Foi nesta época que conheci os evangelhos e eles me revelaram Jesus o filho do homem. Então eu me encantei por Ele, pelas suas palavras, pelo seu Ser. Eu conheci um homem íntegro e altruísta, compassivo e tolerante, humilde mas senhor da sua divindade. Um irmão, um amigo, um Mestre.

Então, mesmo decepcionada ao ver que a maioria das pessoas estava indo na direção contrária à sua declaração de AMOR e que o mundo estava cheio de egoísmo, inveja, competição, preconceitos, guerras, miséria e fome, eu ainda tinha a expectativa de ver a grande mudança falada por Ele acontecer.

Jesus já falava sobre isso no seu tempo, e encheu os nossos corações de esperança ao dizer que ainda veríamos um mundo de paz e união se nos amássemos uns aos outros verdadeiramente. Ele afirmou que quando o Espírito de Verdade viesse até nós conheceríamos a VERDADE, o AMOR sublime. Uma vez Ele disse: Levantem os olhos e vejam os campos, pois estão brancos e prontos para a colheita!

Sabemos que os tempos são chegados, a hora chegou, a mudança está às portas!

Por isso, quando os sinos tocam anunciando o Natal, sentimos toda a esperança do mundo gritar dentro de nós.  É tempo de Amar, compartilhar, cantar aos quatro ventos que Jesus nasceu e para sempre estará nos nossos corações brindando a Vida, nos agraciando com as suas palavras de Amor e liberdade!

Vinde linda criança!
És o Mestre dos Mestres!
Obrigada por nos agraciar com a sua Luz!
Vinde menino Jesus!

Márian

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011




Mexendo nos meus papéis antigos encontrei esta reflexão:


FLOR AMOR 


Durante um momento de meditação, vi um campo de flores que se espraiava nas montanhas enquanto o sol nascia. A minha visão foi sendo enfocada na direção de uma flor apenas, era um lírio com tons cor de rosa. Era um lindo botão de flor, e à medida que o sol ia se levantando no horizonte, ela começava a se abrir. O calor do sol e a sua luz dourada mexia com a sensibilidade da flor que ia se abrindo até a totalidade.


Não houve um instante sequer de paralisação do processo, tudo seguia com naturalidade, o sol cumprindo o seu ciclo diário irradiando calor e energia de vida e a flor sentindo também o calor do sol ia se abrindo, mostrando a sua beleza.


Meditando sobre isto, percebemos que toda a criação do universo flui naturalmente se seguir apenas a luz divina. Alguns de nós, seres humanos teimamos e não deixamos que a luz do amor penetre em nós com toda a sua intensidade.


Tememos a emoção da entrega, temos medo de nos perdermos. Mas, se não soubermos nos entregar como poderemos viver esta emoção tão intensa, tão profunda e maravilhosa?


Imagine se a flor ficasse racionalizando e escolhendo a hora de receber os raios do sol. Se de repente, ela resolvesse que não iria se abrir naquele instante; talvez uma parada no seu movimento interrompesse também o movimento da vida e aí... o botão que iria tornar-se uma flor, murcharia e interromperia o seu ciclo, morrendo antes mesmo de cumprir a sua missão que é tornar-se flor e refletir o sol em toda a sua beleza.


Nós todos somos flores estelares nascidas nos campos do universo. Seres feitos de amor para viver o amor; o amor verdadeiro, sem limites e condicionamentos. Estamos todos preparados para receber e viver esta energia que na verdade é a nossa energia essencial. Se somos amor, estamos aqui nesta dimensão para vivenciarmos isto em toda a sua plenitude.


"Sofrer por amor é uma ilusão. Se existe sofrimento em um relacionamento não existe amor".


Márian  09/1995