quinta-feira, 31 de janeiro de 2013



SOBRE A MORTE E O SOFRIMENTO
Amigas e amigos,

Esta tarde recebi o email de uma amiga com questionamentos a respeito da morte e do sofrimento em decorrência do acidente em Santa Maria - RS, e também da doença e morte de uma amiga em comum.

Compartilho aqui a minha resposta, talvez possa ajudar alguém...

Amigas,
A ....... era realmente assim, alegre e brincalhona. Conheci a ........ quando ela era mocinha, amiga das minhas irmãs. Quando ela tinha uns 20 e poucos anos ela foi trabalhar comigo e depois trabalhou muito tempo com o meu pai, sempre assim, alegre.

O processo da .........realmente foi muito doloroso, mas tudo tem uma razão de ser... Karmas até de outras vidas, quem sabe... Quem somos nós para analisar ou julgar... Mas a vida é assim, nascemos, vivemos e depois morremos... e durante o período da vida aqui na terra precisamos aprender para evoluirmos.

Compreendo os seus questionamentos e temores, pois são naturais, mas eu gostaria de compartilhar a minha experiência e o meu pensamento a respeito da morte e do sofrimento, pois talvez isso possa ajudar a acabar com os seus temores.

A morte para a maioria das pessoas é terrível pois para elas significa o fim da existência. Na verdade, as pessoas têm medo do desconhecido e enxergam o mundo material como a única realidade, pois é a única coisa visível e captada pelos sentidos físicos. Outra coisa, o medo da perda dos sonhos e desejos e ainda por cima das pessoas amadas pode ser aterrorizante para alguns.

Mas a morte não é o fim, ela faz parte do processo da vida assim como nascer. Ela, a morte é a transição para um plano sutil correspondente ao nível de entendimento do desencarnado onde ele passa por aprendizado até que esteja pronto para voltar à terceira dimensão e continuar a sua jornada.

Compreendemos a dor dos que ficam, a saudade que sentem dos seus entes amados, mas pedimos que não se deixem levar pela dor da perda e se esqueçam do Plano que o Criador designou para nós, a evolução espiritual, a libertação de todo engano e dor.

O medo da morte pode estar mais acentuado na atualidade pois estamos passando por um final de ciclo aqui na Terra e isso acarreta mais desencarnes coletivos que exigem de nós coragem, equilíbrio e acima de tudo, Fé. Fé no Plano Divino, Fé de que existe vida eterna e que o propósito de tudo isso é a Verdadeira Felicidade, a libertação do medo e da ignorância.

Acreditem, o medo e a ignorância de si mesmo são as causas de toda dor e sofrimento humano.

É preciso entender que se a infelicidade e o sofrimento tomam conta da vida da pessoa é porque ela ainda não tem consciência da sua capacidade de resolução e de realização, e não porque Deus a está castigando. Quando alguém desperta para a Luz, todo o sofrimento e toda a dor se dissolvem na Consciência do Todo. A dor física existe, mas ela é absorvida pela Consciência e não se transforma em sofrimento, ela é compreendida e utilizada como escada para a evolução. A aceitação de limitações e também das capacidades inerentes ao ser ajudam a compreender e superar as barreiras impostas pela vida.

Quero salientar que uma coisa que ajuda muito a superar o medo da morte e dos desafios da vida é a prática da meditação, pois ao alcançar o estado meditativo se alcança níveis mais altos de entendimento onde a Consciência não está apegada ao corpo físico, e portanto pode-se experimentar e enxergar a VIDA como ela realmente É, sem mistérios ou segredos.

Finalmente afirmamos a Certeza que vai dentro dos nossos corações...
Que tudo na vida tem uma só causa e um só objetivo: o Amor, o seu despertar e a sua prática em todos os instantes da nossa existência.

Amor sempre Amor,

Márian Soluz