sábado, 9 de fevereiro de 2013


KARMA


Boa tarde...

Amigos,
estamos vivendo um tempo extraordinário onde podemos ter acesso a uma quantidade enorme de informações. Isso é bom, mas devemos ter um discernimento apurado para não nos deixar levar por informações irreais que podem causar atraso e até mesmo desvios no nosso caminho espiritual.

É importante mantermos a mente aberta, mas devemos estar sempre conectados ao nosso Eu, ao nosso coração, para filtrarmos o que lemos, ouvimos ou vemos.

Tenham sempre como parâmetros as Leis Universais que são regidas pelo Amor e que trabalham para que a Harmonia Universal prevaleça sempre.

Por exemplo, o Karma e o Livre Arbítrio são algumas dessas leis, e como todas elas, imutáveis e eternas. Infelizmente temos visto algumas distorções e enganos sobre essas leis. Acreditamos que isso deve ser em decorrência da falta de entendimento do que elas significam, como funcionam e qual o seu objetivo.

Por exemplo, primeiro ouvimos dizer que a Lei do Karma tinha acabado, agora disseram que ela foi modificada...

Bem, essas leis não mudam, elas fazem parte da máquina do Universo. Essas leis não podem deixar de existir ou mudar de sentido, pois senão o universo se tornaria um Caos e isso não seria permitido. O Todo é Harmonia com Liberdade, sempre... Tudo tem uma causa e um objetivo: O AMOR.

O Karma só é dissolvido quando é compreendido causando a transformação no pensar e agir da pessoa. As ligações kármicas são criadas por nós mesmos como consequência dos nossos pensamentos e ações, e só se desfazem quando compreendemos o que elas significam e quais as lições a serem compreendidas. Isso sempre foi assim e assim permanecerá. O que importa na verdade é o sentimento e o sentido e não necessariamente as pessoas que participam da ligação. No fundo a Lei do Karma é fruto do Amor Universal que nos dá a oportunidade de nos resolvermos e evoluirmos.

As pessoas talvez desejem inconscientemente que essas leis acabem porque ligam essas leis ao sofrimento, mas isso é um engano. O sofrimento é causado pelo apego ao nosso falso eu, aos nossos desejos e anseios. São os nossos sentimentos egoicos que nos causam dor.

O Karma é uma lição a ser aprendida e não um castigo. A lei do Karma na verdade é libertadora se vista como a reveladora dos padrões errôneos que carregamos. Ela na verdade é uma benção para nos mostrar o que precisamos mudar.

Além do Equilíbrio Universal, todas essas leis existem para nos dar a oportunidade de compreendermos a nossa jornada, reconhecermos a nossa Essência Luminosa, a nossa Unidade com o Todo. Na verdade não são elas que se modificam, somos nós que as transcendemos ao nos reintegrarmos conscientemente ao Todo, ao nos autorealizarmos assumindo a nossa verdadeira identidade divina, ao compreendermos o nosso processo evolutivo.

Fiquem ligados, conectados com a LUZ...

Não se esqueçam que todas essas leis garantem o Plano Divino da Evolução...

Amor gerando Amor... Sempre...

Namastê,

Márian Soluz