terça-feira, 26 de março de 2013


O EGO E O EU 

Esse assunto está sempre nos acompanhando, não é mesmo? Para a maioria de nós é muito difícil discernir entre os dois, estamos sempre titubeando e nos deixando enganar. Ficamos sempre na dúvida, e assim como diz o ditado, “estamos sempre entre a cruz e caldeirinha”. Por isso, mais uma vez vamos tentar esclarecer sobre esses dois aspectos de nós mesmos... 

Bem, o ego é a manifestação de sentimentos e ideias baseados apenas na individualidade, na separatividade... O ego é aquilo que se acredita ser, ou seja, ele é a personalidade criada por crenças, circunstancias ou por imposições sociais. Resumindo, o ego é uma ilusão criada pela mente... 

O ego está sempre tentando nos desviar do caminho da Unidade, fazendo-nos acreditar no engano do poder material ou social, na nossa fragilidade ou incapacidade, alimentando sentimentos como o ciúme, a inveja, a ambição, o orgulho, a avareza, a baixa autoestima, a autocomiseração e a impotência diante dos desafios da vida. 

Ele está sempre tentando se afirmar impondo suas ideias egoístas, estimulando a separação entre as pessoas. Ele está sempre esperando o reconhecimento alheio; ele acredita que está sempre certo e dependendo do caráter de alguns é capaz de passar por cima da ética e da moral para alcançar os seus objetivos. Ele também é aquele que sofre... que é sempre vítima, que se sente ofendido, que é incapaz de conquistar vitórias, que não consegue resolver seus problemas e muito menos ser feliz... 

Como consequência desses sentimentos surge o medo...o medo de perder, medo de morrer, medo de não ser.... Isso pode até causar a paralisação do caminhar pois cria milhões dúvidas sobre para que lado seguir, que decisão tomar, acabando por afastar a pessoa da Verdade... 

E a Verdade é que você, o seu verdadeiro EU, é pura Consciência, parte do Todo Sapiente. O EU Superior é inato em nós, mas está adormecido esperando que despertemos e nos lembremos que somos unos com o Todo e portanto possuidores de todas as virtudes divinas, capazes de nos resolver, de criarmos uma vida cheia de paz e ventura... e acreditem, de sermos Felizes! 

Somente a entrega total à Unidade, a renúncia ao ego, traz Paz interior e Felicidade plena... Estejam certos de que todos os conflitos se desvanecem quando deixamos que o nosso EU unido à Vontade Divina guie os nossos passos, permitindo que o Amor tome conta de todo o nosso ser. Na realidade, quando deixamos para trás toda a ilusão em relação a nós mesmos, resgatamos a nossa verdadeira identidade divina e então passamos integralmente a SER e o nosso único objetivo passa a ser SERVIR, e isso é a verdadeira fonte da FELICIDADE. 

Terminam os sentimentos que separam o nosso ser das demais pessoas e criaturas. Não existem mais o “meu” e o “seu”, tudo passa a ser “nosso” e “Eu” e “você” passam a ser uma só pessoa. 

É certo porém que durante o processo evolutivo acontecem algumas subidas e descidas até a ascensão completa. Por isso, é preciso muita determinação, discernimento e concentração para não nos desviarmos do objetivo maior da alma que é se libertar da ignorância de SI, resgatar a sua própria LUZ e despertar a CONSCIÊNCIA DA UNIDADE. 

Uma coisa que pode criar resistências na entrega definitiva à Totalidade é o medo da desintegração da individualidade. Essa falsa ideia de desintegração causa verdadeiro pavor em muitas pessoas por elas acreditarem nas projeções individualistas da sua mente, sobre o seu falso eu, o ego. Na verdade elas são prisioneiras dos sentidos físicos, dos seus pensamentos e emoções. Essas pessoas precisam desfazer esse engano e entender que a sua Consciência é eterna, ela sempre foi e sempre será... É preciso compreender que a união entre o EU e o TODO já existe desde o sempre, é preciso apenas se conscientizar disso, esse é o verdadeiro DESPERTAR. 

Ainda bem que neste processo temos a nosso favor o EU SUPERIOR que está sempre atento e determinado, cuidando para que no final possamos alcançar o entendimento de quem nós realmente somos. O EU SUPERIOR é a nossa Essência Sagrada que está intimamente e eternamente conectada ao Todo, Ele é simplesmente o AMOR em SI. 

A partir do momento que renunciamos ao ego e nos entregamos à Vontade Divina, o Eu Superior assume o controle total e não se deixa mais enganar... Por isso dizemos que o ego se dissolve na certeza do EU. Aí sim, nos libertamos definitivamente da sombra, da dúvida, e a UNIDADE pode reger o nosso Ser integralmente, sem ponderações. 

Outra coisa é que a partir do momento da renúncia ao ego, o VIVER AGORA prevalece sem resistências pois não existem mais expectativas, ansiedades ou desejos, mas apenas a PAZ. 

Deixem portanto que o Coração, aquele que ressoa o seu EU, mostre o caminho da renúncia, ele e somente ele tem a capacidade de decodificar a linguagem do AMOR, a linguagem da sua CONSCIENCIA que quebra definitivamente os grilhões que os prendem à ilusão do ego... 

Amor sempre Amor, 

Márian