segunda-feira, 7 de abril de 2014




ILUMINAÇÃO


Respondendo a uma questão que muitas pessoas me fazem.

O que é a iluminação?

Iluminar-se é despertar a Consciência inata em si. É retirar os véus que encobrem a sua verdadeira identidade divina.

Muitas pessoas imaginam que a iluminação é algo muito distante de se conseguir, quase impossível, que só pessoas especiais podem alcançá-la; mas estamos aqui para dizer que qualquer pessoa pode se iluminar, ou melhor dizendo, resgatar a luz que já existe dentro dela mesma. Esta é a missão de vida de todo ser humano, esse é o objetivo da nossa existência... Assumir o Ser Iluminado que somos para servirmos com Amor à Unidade.

Uma coisa precisa ficar clara. Todos nós somos iluminados na nossa essência. No nosso cerne somos Luz e portanto possuímos todas as virtudes e capacidades divinas, como a sabedoria, o amor, a paz, a compaixão, a humildade, etc. 

Deus nos criou a sua imagem e semelhança não é mesmo? Portanto nada mais óbvio...

Somos Luz, Amor. 

O que acontece, é que quando iniciamos o nosso processo evolutivo, de conscientização da Luz, ou de nós mesmos, ainda não temos nenhuma noção de como acessar isso. Durante as nossas encarnações nos envolvemos nas tramas da vida e temos que percorrer vários caminhos, experimentar as emoções e aprender muito. Infelizmente nos apegamos com muita facilidade à negatividade e passamos a acreditar na maioria das vezes que a vida é um mar de expiações, mas na verdade ela é uma dádiva, um presente divino para enxergarmos a realidade, o Amor como causa e objetivo de toda a existência. 

Felizmente, o Universo é perfeito e sempre nos proporciona oportunidades de entendimento para no final nos brindar com a plena consciência de nós mesmos. Descobrimos então que o caminho do desapego e do Amor é a chave para nos reconectarmos com a nossa essência, com Deus, com a Luz inata em nós...

Acreditem portanto que lá no fundo vocês já são iluminados...

Então, não fiquem protelando a retirada dos véus...

O tempo é agora...

Luz...

Amor, sempre Amor...

Márian