quinta-feira, 9 de julho de 2015


O ABSOLUTO...

Amigos,
Todos os preconceitos, desejos e crenças nos aprisionam em maya, na ilusão da dualidade...
Se desapeguem disso pois a diferença entre espírito e matéria está apenas na dimensão em que existem...
a sua fonte e objetivo são o mesmo...
são aspectos complementares da Consciência...
Essência e substância criados com o mesmo fim...
Não se deixem mais ludibriar por isso ou aquilo...
A vida é para ser vivida sem medo...
abandonem portanto o cativeiro...
parem de julgar ou de analisar...
utilizem como parâmetros apenas o serviço, a união e a paz...
Ainda confuso?
Ouça o seu coração... ele conhece a doce Verdade...
Aspiramos das profundezas do nosso ser que o Amor os liberte de Maya e finalmente se revele aos olhos das suas almas como a Unidade Imutável e Eterna...
o Absoluto...
Paz...
Amor sempre Amor,
Márian Soluz